Coordenadoras

Anna Viana

Licenciada em História  pela Universidade Federal de Minas Gerais, fundadora e coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Autoritarismo e Totalitarismo (NEPAT-UFMG) e durante a graduação integrou o Núcleo de História da UFMG do Projeto Residência Pedagógica. É mestranda na linha de História e Culturas Políticas pela mesma universidade, com pesquisa sobre a obra de Alfred Rosenberg. Nela, busca-se analisar o sistema de pensamento do autor e a formação das categorias de ariano e judeu em dois de seus livros, em uma abordagem voltada para a História das Ideias.

Bárbara Deoti

Graduanda em História na modalidade de licenciatura pela Universidade Federal de Minas Gerais. É fundadora e coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Autoritarismo e Totalitarismo (NEPAT-UFMG) e também é estagiária no Núcleo de História do Programa Residência Pedagógica (UFMG). Tem interesse nas áreas de literatura do século XX, política e literatura, nazismo, totalitarismo e o pós Segunda Guerra Mundial.

Clara Lima

Graduanda em História (Licenciatura) pela Universidade Federal de Minas Gerais, é fundadora e coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Autoritarismo e Totalitarismo (NEPAT - UFMG) e integrante do Programa de Iniciação à Docência (PIBID - UFMG). Tem interesse em desenvolver pesquisas futuras nos temas de neonazismo, ascensão autoritária e totalitarismo.

Karina Rezende

Licenciada em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (2018), é mestranda na linha de História e Culturas políticas no Programa de Pós-Graduação em História da UFMG (PPGH-UFMG) com pesquisa sobre os sermões do pastor luterano Dietrich Bonhoeffer. É fundadora e coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Autoritarismo e Totalitarismo da UFMG (NEPAT-UFMG). Seu foco de pesquisa centra-se nas relações entre religião e política na Alemanha Nazista, pensando formas de contestação e legitimação do totalitarismo a partir do discurso religioso. Tem como principais áreas de interesse a História das Religiões, História da Teologia, História do protestantismo, República de Weimar, Alemanha Nazista, resistência religiosa, totalitarismo e história do século XX.

Maria Visconti

Doutoranda em História e Culturas Políticas pela Universidade Federal de Minas Gerais (início em 2018). Mestre na linha de História e Culturas Políticas na mesma instituição (2017), onde também é licenciada em História (2014), com extensão universitária de um semestre na Universidade Friedrich-Alexander, em Erlangen-Nuremberg, Alemanha (2013). Trabalhou como membro do corpo editorial da Revista Temporalidades (UFMG) e como professora visitante da graduação em história da PUC-Minas e da pós graduação em ensino de história no IEC-PUC Minas. É fundadora e coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Autoritarismo e Totalitarismo (NEPAT-UFMG). Trabalhou no mestrado com o grupo de resistência ao nazismo Rosa Branca e no doutorado com as narrativas de autorrepresentação dos próprios nazistas sobre si mesmos e sobre o Terceiro Reich nos Julgamentos de Nuremberg. 

Sara Handeri

Licenciada em História pela Universidade Federal de Minas Gerais, é fundadora e coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Autoritarismo e Totalitarismo (NEPAT-UFMG) e participa como estagiária do Núcleo de História do Projeto Residência Pedagógica da UFMG. A partir do pré-projeto de mestrado submetido à seleção do Programa de Pós-Graduação em História da UFMG, pretende desenvolver pesquisa sobre a autorrepresentação de Adolf Hitler como Führer da Alemanha Nazista. Amparando-se no campo da Análise do discurso e retórica busca-se compreender dois momentos distintos dos discursos e pronunciamentos do Führer (1930-1934/1943-1945).

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone Twitter