NEPAT_tarja_01.png

Indicação de literatura

Setembro de 2020

“Enfim, enfim, depois de tantas preces vãs! Mas agora a mão na lucarna se estica na direção dela e com um dedo, com um dedo peremptório, imperioso, lhe faz um sinal para apanhar um pacote. Aquele embrulho é só para ela. Ele lhe é destinado”

 

Em um terra congelada no leste europeu, ao lado de uma floresta, passa uma linha de trem. Todos os dias, uma lenhadora vai até os trilhos ver o trem passar e sonha com as mercadorias que ele carrega - com uma vida de fartura, diferente da miséria que ela e o marido suportam todos os dias. Até o dia em que um pacote é arremessado do trem. A mercadoria, ela descobre, são os judeus deportados. E seu pacote é uma menininha judia, arremessada do trem pelo pai, que esperava salvá-la, de alguma maneira, do destino que os espera quando o trem chegar em Auschwitz.

“A Mercadoria Mais Preciosa“ é uma fábula sobre o Holocausto, escrita pelo dramaturgo francês Jean-Claude Grumberg. Em 1942, Grumberg escapou da deportação, mas perdeu o pai nos campos de concentração. De acordo com o próprio autor, esse foi um trauma que o acompanhou por toda sua obra. Por meio dessa fábula, ele aborda a questão de uma nova maneira. Misturando fatos e ficção, ao final do conto, o próprio autor nega a história que acabou de contar. Nunca existiu uma lenhadora, nem a criança e nem seu pai. E tampouco qualquer um dos deportados, pois não existiram os trens que os levavam até os campos e nem mesmo os campos de extermínio.

Assim, a fantasia da fábula reflete um fato doloroso sobre a vivência do Holocausto - a dificuldade de conceber que algo assim possa mesmo ter acontecido e a dificuldade dos sobreviventes de transmitir sua experiência. E por isso, Grumberg conclui sua narrativa afirmando que a única coisa verdadeira em sua fábula são os sentimentos dos personagens: o desespero e o amor do pai, o oportunismo dos colaboradores, o acolhimento incondicional da lenhadora, que arrisca a própria vida para salvar a menina. A única verdade da história é sua dimensão humana.

NOS ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube